Com livros encontrados no lixo, homem aprende a ler e se torna médico

De vez em quando aprece por aí um daqueles heróis da vida real. Aqueles exemplares sobre-humanos de superação e força de vontade, que enfrentam uma infinidade de obstáculos, mas nunca desistem.

Cícero Pereira Batista é um destes exemplos. Seu pai, responsável pelo sustento da família, faleceu quando Cícero tinha apenas dois anos. Com a perda do marido, sua mãe, nas palavras dele, “ficou louca” e começou a beber em excesso.

Neste contexto, Cícero e seus 19 irmãos viveram dias sofridos. Suas lutas diárias não permitiam que ele frequentasse a escola, afinal, estava muito ocupado caminhando uma média de 20 quilômetros por dia em busca de comida.

Apenas sete, dos 20 filhos de Dona Izaltina, permaneceram vivos para contar suas histórias. Muitos sucumbiram para a fome. Cícero relata que, muitas vezes, ele e sua irmã Alessandra encontraram no lixo os alimentos de sua família.

E foi também no lixo que a salvação de Cícero foi encontrada. Acontece que o garoto encontrava exemplares de livros antigos. Havia uma infinidade de gêneros e autores. Juntando as sílabas com dificuldade, Cícero aprendeu a ler sozinho. Quando ele foi matriculado em uma escola pela primeira vez, já tinha dez anos.

Aos poucos, a fome de aprender foi suprindo a fome que Cícero sentia em seu estômago. Em dado momento, ele encontrou um livro de medicina e descobriu sua vocação. Rapidamente passou a agir como um curandeiro para a família, que servia de “cobaia” para testar aquilo que ele aprendia.

Aos poucos, mas não sem dificuldades, Cícero foi trilhando seu caminho. Foi aprovado em segundo lugar na seleção de um curso profissionalizante como técnico de enfermagem, conseguiu um emprego e aos poucos foi afastando o fantasma da fome.

Hoje, formado em medicina, o Doutor Cícero relembra de sua história com orgulho, pois, segundo ele, sua vida é uma prova irrefutável de que “é possível sair do estado da miséria e galgar novos rumos. E os livros são a melhor ferramenta para isso”.

Loading...