Ele pegou um caminhão durante tiroteio nos EUA, para salvar dezenas de feridos

Um veterano da Marinha dos EUA é considerado um herói depois de resgatar cerca de 30 pessoas feridas no tiroteio que aconteceu em um festival de música country em Las Vegas no último domingo (1º), que foi considerado o maior ataque de tiroteio no país. Para realizar o transporte, ele pegou um caminhão que estava parado perto da cena do shows.

De acordo com informações da “CBS News”, Taylor Winston  foi ao evento com a namorada e um grupo de amigos quando os tiros começaram. Ele afirmou que não percebeu o que estava acontecendo, ele só reagiu quando ouviu os gritos de pessoas fugindo dos tiros.

“Nós estávamos apenas tomando algumas bebidas e apreciando o show quando tudo começou.” Notei que havia algo errado quando as pessoas começaram a gritar e correr em direções diferentes “, lembrou Taylor.

No momento, ele fugiu com o resto do grupo para uma área próxima, separada de onde o público acompanhava o show. enquanto as pessoas que estavam junto  do grupo caminhavam por uma cerca que limitava o espaço. Foi então que viu alguns caminhões parados e resolveu verificar se estavam com chaves.

“Os tiros estão ficando cada vez mais altos, eu vi pessoas sendo atingidas na minha frente. Apesar de estar com medo, pensei em ajudar todos os que estavam comigo . Foi quando eu vi os caminhões e corri para eles. Logo no primeiro,  já  encontrei com chave e comecei a colocar os feridos dentro “, disse ele.

Depois de deixarmos o primeiro grupo com segurança em um hospital, voltamos para a cena do tiroteio e conseguimos transportar mais feridos no caminhão. No total, acho que levei 20 a 30 pessoas para o Hospital Center Springs “, lembrou ele.

Apesar de todo o sacrifício, Taylor disse que não queria ser rotulado como herói. Segundo ele, outras pessoas também tentaram ajudar os feridos e merecem crédito por sua bravura. Finalmente, ele revelou que encontrou o dono do caminhão para devolvê-lo com a chave do veículo e pedir desculpas por ter pegado.

“Eu acredito que meu treinamento militar ajudou nesse momento de tensão, mas vi muitas pessoas fazendo coisas muito valentes para resgatar e ajudar aqueles que precisavam. Embora eu não saiba se todos conseguiram sobreviver, fico feliz em ter ajudado aqueles que precisavam disso “, concluiu ele.

Loading...